domingo, julho 21, 2024
No menu items!
InícioRegionalErro médico coloca em risco a vida de criança em Andradina

Erro médico coloca em risco a vida de criança em Andradina

Uma criança de dois anos teve a vida colocada em risco após um erro médico na Santa Casa de Andradina, na sexta-feira (21). A família da criança denuncia que uma profissional de saúde colocou uma sonda urinária sem testá-la, o que resultou na “trava” do cateter na bexiga do menino.

Sonda mal colocada causa inchaço e dor

O menino, que foi diagnosticado com um distúrbio renal, apresentou inchaço anormal na sexta-feira e foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atendimento médico. No local, um médico nefrologista recomendou a colocação da sonda, já que a criança não urinava há cerca de oito horas.

No entanto, durante o procedimento, a profissional responsável teria agido de forma inadequada, inserindo o cateter de forma incorreta. De acordo com o pai da criança, a sonda ainda apresentava defeito.

“A enfermeira que colocou a sonda agiu de forma inadequada, debochando da situação e parecendo que nunca havia feito esse tipo de procedimento antes. No meio do procedimento, ficou claro que a sonda estava com defeito, pois não foi possível colocar toda a água destilada”, relatou o pai.

Transferência para Araçatuba e remoção da sonda

O erro médico resultou na necessidade de uma transferência para Araçatuba no dia seguinte, sábado (22), para a remoção da sonda. Em Andradina, os profissionais teriam dito que a retirada só poderia ser feita por meio de cirurgia.

Em Araçatuba, uma médica especializada sedou a criança e removeu a sonda rapidamente, sem necessidade de cirurgia. O pai da criança afirma que o filho já havia passado pelo mesmo procedimento outras duas vezes sem intercorrências.

Angústia e busca por justiça

A mãe do menino, que estava com o outro filho internado em São José do Rio Preto, não pôde acompanhar o procedimento em Araçatuba, o que gerou grande angústia.

A família informou que vai processar a equipe do hospital na Justiça. A Polícia Militar e o Conselho Tutelar também foram acionados para registrar a ocorrência.

Investigação em andamento

A Santa Casa de Andradina abriu uma sindicância interna para apurar o caso e informou que prestou toda a assistência à família.

Please follow and like us:
Pin Share
Notícias Relacionadas

Mais Populares