terça-feira, maio 28, 2024
No menu items!
InícioRegionalEscola JAP vira palco de pancadaria entre alunos em Fernandópolis

Escola JAP vira palco de pancadaria entre alunos em Fernandópolis

Uma discussão entre alunos acabou em socos e pontapés em uma escola estadual localizada no centro de Fernandópolis, no noroeste do Estado de São Paulo. As imagens foram parar nas redes sociais, mostrando a brutalidade entre os alunos e o incentivo à briga por parte dos demais que assistiam.

Uma funcionária da Escola Joaquim Antônio Pereira – JAP – tentou conter a briga, mas acabou sendo vencida pelos alunos, que gritavam “mata ele”, “enfia a faca nele”, corta a cabeça dele” e “pega o revolver”. O episódio envolveu alunos do 6º e 9º ano no período noturno. O registro aconteceu no dia 1º de abril.

A Polícia Militar foi acionada e alunos, servidores da escola e pais de alunos foram para a delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência. O caso também está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar de Fernandópolis.

A imprensa procurou a direção da escola para falar sobre o assunto e quais medidas administrativas foram tomadas em relação ao fato. Uma mulher disse ao telefone que a diretoria do JAP não teria autorização para falar sobre o assunto, deixando de informar a sociedade.

O mesmo tratamento partiu da Diretoria de Ensino de Fernandópolis, que também se recusou a falar sobre o assunto, mencionando que precisa de autorização da Secretaria Estadual.

Diante da falta de informação, não foi possível relatar quantos alunos foram suspensos e quantos vão responder pelas agressões. A imprensa também não teve acesso aos tipos de punições que os alunos enfrentarão e se haverá expulsão.

Em nota, a Seduc – Secretaria de Educação do Estado de São Paulo – informou que “…repudia toda e qualquer forma de agressão e de incitação à violência dentro ou fora das escolas. Ao tomar ciência do ocorrido, a gestão escolar rapidamente acionou as autoridades de segurança pública, que tomaram as medidas cabíveis. Os responsáveis pelos envolvidos foram chamados até a unidade de ensino e registrado Boletim de Ocorrência sobre o caso.

A equipe escolar está trabalhando em ações que visam a cultura de paz, respeito ao próximo e bons hábitos por meio de projetos, palestras e das ações do Programa Conviva-SP e com o apoio de um psicólogo do programa Psicólogos nas Escolas.

A Diretoria de Ensino de Fernandópolis e a equipe gestora da unidade estão à disposição da comunidade escolar para mais esclarecimentos.

Please follow and like us:
Pin Share
Notícias Relacionadas

Mais Populares