terça-feira, maio 21, 2024
No menu items!
InícioRegionalGolpista do Pix é condenado após tentar enganar açougue em Votuporanga

Golpista do Pix é condenado após tentar enganar açougue em Votuporanga

Um homem foi condenado a cinco meses e quinze dias de reclusão por aplicar o “golpe do Pix” em um açougue de Votuporanga. O caso aconteceu em julho de 2022 e foi julgado pela juíza da 1ª Vara Criminal, dra. Gislaine de Brito Faleiros Vendramini.

Como o golpe foi aplicado:

O golpista, identificado como G. B. S., fez um pedido de carne no valor de R$ 301,13 no açougue “Casa de Carnes”.
Ele solicitou o pagamento via Pix e enviou um comprovante de pagamento adulterado, escondendo que se tratava de um Pix agendado.
A vítima, acreditando que o pagamento havia sido realizado, entregou as carnes ao golpista.
Ao verificar o extrato bancário, a vítima percebeu que o dinheiro não havia sido creditado.
Ao confrontar G. B. S., ele alegou que suas contas estavam bloqueadas, mas se comprometeu a fazer o pagamento posteriormente.
No entanto, ele nunca pagou a dívida.

Julgamento e condenação:

Em audiência, G. B. S. confessou ter feito o pedido de carne e que o Pix não foi enviado devido ao bloqueio de suas contas.
Ele admitiu ter enviado um comprovante adulterado à vítima para simular o pagamento.
A juíza ressaltou que G. B. S. já havia sido condenado por outros crimes e que o “golpe do Pix” não foi um caso isolado, mas sim uma prática habitual.
Diante disso, G. B. S. foi condenado por estelionato.

Please follow and like us:
Pin Share
Notícias Relacionadas

Mais Populares