terça-feira, maio 21, 2024
No menu items!
InícioRegionalJustiça condena peão de rodeio acusado de matar adolescente atropelado a mais...

Justiça condena peão de rodeio acusado de matar adolescente atropelado a mais de 25 anos de prisão

A Justiça condenou o peão de rodeio acusado de matar atropelado um adolescente a mais de 25 anos de prisão em regime fechado. O crime aconteceu em Novo Horizonte, interior de São Paulo, na madrugada do dia 1º de agosto de 2021. A sentença foi definida nesta segunda-feira (22).

Jeferson Aparecido Rocchi foi denunciado e condenado por homicídio doloso com dolo eventual – pois assumiu o risco de matar -, omissão de socorro, embriaguez ao volante e fuga do local do acidente, além da tentativa de homicídio contra dois outros jovens que foram atingidos pelo veículo.

Jeferson tinha ingerido bebidas alcoólicas, estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada e fugiu sem prestar socorro às vítimas. Câmeras de segurança registraram o momento em que o motorista as atingiu e fugiu .

Sequência mostra jovens sendo atingidos por veículo em Novo Horizonte  — Foto: Reprodução/Câmera de Segurança

Sequência mostra jovens sendo atingidos por veículo em Novo Horizonte — Foto: Reprodução/Câmera de Segurança

Seis horas depois do acidente, ele foi levado à delegacia, onde contou que dormiu ao volante e sentiu que bateu em algo, mas alegou que não parou porque não tinha percebido que eram as vítimas.

Com o impacto da batida, Matheus Soares Abreu, de 17 anos, foi lançado para a frente, enquanto as outras vítimas caíram na calçada. Matheus chegou a ser socorrido e encaminhado para um hospital, mas não resistiu.

Carro foi apreendido pela polícia, em Novo Horizonte (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Carro foi apreendido pela polícia, em Novo Horizonte (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Jeferson foi liberado pelo delegado de plantão após prestar depoimento. No entanto, a Polícia Civil instaurou inquérito, reuniu elementos e conseguiu prendê-lo preventivamente no dia 3 de agosto de 2021.

Condenação

Jeferson possui histórico de condenações por outros crimes, conforme apurado pela TV TEM.

Apenas em 2021, ele foi condenado a pagar indenização de R$ 4,5 mil por danos materiais e mais de R$ 5,4 mil por danos morais em um processo julgado em Itajobi (SP). Outros dois processos envolvendo Jeferson foram tramitados em Novo Horizonte.

Em 2019, ele foi condenado a seis meses de detenção em regime aberto por dano. Já em 2017, Jeferson foi condenado a dois anos de reclusão em regime semiaberto pelo crime de lesão corporal grave.

Além das condenações, ele ainda responde a um processo judicial por injúria desde janeiro de 2020.

Please follow and like us:
Pin Share
Notícias Relacionadas

Mais Populares