segunda-feira, junho 24, 2024
No menu items!
InícioRegionalJovem tem parte do dedo amputado após picada de cobra no interior...

Jovem tem parte do dedo amputado após picada de cobra no interior de SP

Um incidente alarmante ocorreu na quinta-feira (6) na cidade de Mendonça, interior de São Paulo, onde um jovem servente de pedreiro de 23 anos teve parte do dedo mindinho amputado após ser picado por uma cobra. A suspeita é que a mordida tenha sido causada por uma jararaca, uma das serpentes mais venenosas da região.

O acidente aconteceu enquanto o jovem limpava entulhos em um local de trabalho. Ao ser picado, ele foi imediatamente levado ao pronto-socorro da cidade, sentindo fortes dores. Após receber os primeiros socorros, foi transferido para a Santa Casa de José Bonifácio devido à gravidade do ferimento.

Em seguida, o jovem foi encaminhado ao Hospital de Base (HB) de São José do Rio Preto, onde permanece internado. Até o momento, o estado de saúde dele não foi divulgado pelas autoridades médicas.

Jararacas: Perigo Comum no Sudeste

De acordo com o Ministério da Saúde, a jararaca é a principal causadora de acidentes ofídicos no Brasil, representando 69,3% das picadas de cobras registradas em 2022. No estado de São Paulo, essa porcentagem é ainda maior, superando 72%, conforme dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

O Instituto Butantan, referência no estudo e tratamento de acidentes com animais peçonhentos, informa que a jararaca é uma das serpentes mais comuns no sudeste do Brasil. Seus ataques são especialmente frequentes em áreas rurais, onde trabalhadores como o jovem de Mendonça estão mais expostos.

Prevenção e Cuidados

Diante do alto índice de acidentes, o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan reforçam a importância de medidas preventivas, como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) ao lidar com entulhos e vegetação densa. Em caso de picada, é crucial buscar atendimento médico imediato e seguir as orientações dos profissionais de saúde.

Este incidente ressalta a necessidade contínua de conscientização e preparo para lidar com situações de risco envolvendo animais peçonhentos, especialmente em áreas rurais e de mata.

Please follow and like us:
Pin Share
Notícias Relacionadas

Mais Populares